CANONIZAÇÃO: Milagre de Karol Wojtyla é aprovado por bispos e cardeais PDF Imprimir E-mail
A reunião plenária dos cardeais e bispos da Congregação para as Causas dos Santos aprovou o segundo milagre atribuído ao papa João Paulo II, último requisito para sua canonização.

Fontes vaticanas disseram à ANSA que a cerimônia de canonização deve ocorrer em 2013, provavelmente em dezembro. O pronunciamento dos bispos e cardeais serve para certificar que o acontecimento -- considerado milagre -- ocorreu de forma inexplicável e com a efetiva intercessão de Karol Wojtyla. Uma comissão de médicos e teólogos já havia aprovado o milagre no último dia 18.

Agora, falta apenas a etapa em que o papa Francisco firmará um decreto e convocará um consistório para anunciar a data da canonização.

A cerimônia de beatificação do papa João Paulo II ocorreu no dia 1 de maio de 2011, na Praça São Pedro, no Vaticano, seis anos após sua morte, em 2 de abril de 2005.

A beatificação é o primeiro passo para a canonização, que institui o título de santo ao religioso. Para se tornar beato, foi preciso que João Paulo II tivesse um milagre reconhecido.

Para a canonização, é necessário o reconhecimento de mais um milagre.

O primeiro milagre de João Paulo II foi o da freira francesa Marie Simon-Pierre, que alegou ter sido repentinamente curada de mal de Parkinson dois meses após a morte do Pontífice. O segundo milagre ainda não foi anunciado pelo Vaticano, mas fontes locais contaram à ANSA que pode se tratar de um caso na Costa Rica. Uma mulher, cuja identidade é mantida em segredo, teria sido curada de um aneurisma cerebral após pedir a intercessão de João Paulo II. 
AddThis Social Bookmark Button