Tradicional Festival de Sanremo 2015 começa em clima de surpresas PDF Imprimir E-mail
Começou o Sanremo 2015, o maior festival de música italiana do mundo, no Teatro Ariston, na cidade homônima ao concurso. E, após as polêmicas ocorridas nos últimos anos, o clima para esta edição é de muita tranquilidade, segundo o diretor da RAI, organizadora do evento, Giancarlo Leone.

 

Na entrevista coletiva, o apresentador Carlo Conti brincou que, além da calmaria, "o clima é dos melhores, o sol vai recuperar um pouco o meu bronzeado após as chuvas dos últimos dias". Ele ainda destacou o porquê do sucesso do evento.

 

"A verdadeira força do festival é o seu poder de reunir as famílias italianas. Todas as famílias ficam na frente da TV para assistir e comentar", disse. Ele ainda confirmou que essa edição terá homenagens aos cantores italianos que faleceram durante o ano passado: Mango, Pino Daniele e Giorgio Faletti.

 

Sobre uma possível polêmica pela participação da cantora drag queen austríaca Conchita Wurst, o apresentador destacou que ela "virá apenas para cantar e não dará nenhum tipo de entrevista".

 

O clima de serenidade "quase" preocupa Leone, que há anos comanda o evento e sabe que "as polêmicas fazem bem ao festival". Em 2012, um dos cantores que disputavam o Sanremo, Celentano, fez comentários polêmicos contra a Igreja e atrasava as participações ao vivo. No ano seguinte, no aguardo pelas eleições legislativas, o evento foi acusado de favorecer determinados políticos. Já em 2014, o político italiano Giuseppe Grillo, líder do partido Movimento 5 Estrelas (M5S) protestou sobre a situação política dentro e fora do Ariston.

AddThis Social Bookmark Button