Festival de Sanremo 2016 começa com Laura Pausini e clima de protesto PDF Imprimir E-mail

A primeira noite do Festival de Sanremo foi arrasadora, recheada de favoritos à vitória e alguns dos convidados mais esperados. Aos 20 anos de idade, Lorenzo Fragola foi o responsável por abrir a competição com a emotiva Infinite Volte, uma balada escrita por ele ao lado de Rory di Benedetto, Rosario Canale, Fabrizio Ferraguzzo e Antonio Filippelli. Apesar do nervosisto, o jovem talento siciliano superou o desafio.

Stadio (Un Giorno Mi Dirai), Arisa (Guardando Il Cielo), Enrico Ruggieri (Il Primo Amore Non Si Scorda Mai), Bluvertigo (Semplecimente), Rocco Hunt (Wake Up) e Irene Fornaciari (Blu) fecharam a noite, que durou pouco mais de quatro horas.

Mas se o Festival de Sanremo começou em clima de festa, a noite terminou com um choque coletivo quando Carlo Conti leu os resultados provisórios. Dear Jack, Bluvertigo, Irene Fornaciari e Noemi foram os quatro artistas menos votados entre o público e a imprensa. Considerada uma das favoritas a levar o prêmio, a presença de La Leonessa no Bottom 4 caiu como uma bomba no público e agitou as redes sociais.

De acordo com o regulamento da competição, os 5 concorrentes com menos votos entre as 4 primeiras noites de festival irão para uma repescagem e apenas um será resgatado. A noite de covers não conta na escolha dos finalistas.

Clima de protesto no Festival de Sanremo


Além do excesso de baladas e da surpresa nos resultados, a primeira noite do Festival de Sanremo foi marcada também pelo clima de protesto. Diversos dos artistas in gara, como Noemi e Arisa, protestaram silenciosamente a  favor da aprovação da união civil entre homossexuais na Itália. Elas usaram como adereços de cena (Noemi no microfone, Arisa nas mãos) fitas nas cores do arco-iris.

O assunto está em discussão no Senado do país, fortemente influenciado pela Igreja Católica. A Itália é o único dos grandes países europeus que ainda não possui uma legislação para o casamento gay.

Laura Pausini encanta o público


Entre Elton John e Maître Gims, a convidada mais esperada da noite era Laura Pausini, comemorando os 23 anos de sua vitória no Festival de Sanremo Giovani com La Solitudine.

No palco do Teatro Ariston, Laura relembrou alguns de seus grandes sucessos, interpretou Smili e ainda duetou consigo mesma, em uma emocionante montagem entre sua apresentação de duas décadas atrás e ao vivo.

 

AddThis Social Bookmark Button