Governo da Itália presta solidariedade às vítimas da Suécia PDF Imprimir E-mail
O presidente da Itália, Sergio Mattarella, enviou uma mensagem ao rei Carlos XVI Gustavo da Suécia para prestar solidariedade pelo ataque em Estocolmo.   


“A notícia sobre o ataque covarde que, há poucas horas, causou mortes e feridos no centro de Estocolmo desperta profunda tristeza e grande preocupação. Neste momento de dor para a Suécia, a Itália inteira presta condolências às famílias das vítimas”, disse Mattarella.   


“A Suécia pode sempre contar com a colaboração da Itália, consciente de que só unidos podemos derrotar a violência desnecessária daqueles que atacam os nossos valores comuns de liberdade, tolerância e pluralismo. Neste espírito, sua Majestade, eu lhe ofereço condolências em nome de todos, renovando os sentimentos de solidariedade para o amigo povo sueco”, finalizou o italiano. Por sua vez, o primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, publicou uma mensagem em sua conta no Twitter expressando sua proximidade com a Suécia. “Com o coração e a mente em Estocolmo afetada pelo terrorismo. O governo e o povo sueco, hoje mais do que nunca, têm nossa amizade”, escreveu.   


Um caminhão atropelou pedestres em uma importante rua do centro de Estocolmo, na Suécia. Ao menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas, segundos as autoridades suecas.   


O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Lofven, afirmou que “tudo indica” que o incidente é “um atentado terrorista”. Até o momento o autor do ataque está foragido.

AddThis Social Bookmark Button