Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Google faz acordo com Fisco italiano e paga mais de 300 milhões de euros em atrasos de impostos PDF Imprimir E-mail

Google faz acordo com Fisco italiano e paga mais de 300 milhões de euros em atrasos de impostos O colosso norte-americano Google fechou um acordo com a Agenzia delle Entrate, órgão público italiano que desenvolve funções relativas à gestão e pagamento de impostos.


O Google pagará 306 milhões de euros (pouco mais de R$ 1,06 bilhão) em taxas atrasadas, informou a entidade.

Após o acordo tributário, a Procuradoria de Milão anunciou que encerrou o processo por evasão fiscal da empresa norte-americana na Itália. As investigações foram iniciadas pela Guarda de Finanças (GdF) da cidade italiana, onde está a sede da empresa, relativas ao período entre 2009 e 2013.

Em nota, a Agezia delle Entrate afirmou que “com o Google, será iniciado um percurso para estipular acordos preventivos para a correta taxação na Itália, no futuro, das atividades referentes ao nosso país”.

Por sua vez, a empresa de tecnologia informou que o acordo foi feito para “resolver sem controvérsias as investigações relativas ao período de 2002 e 2015”. “Junto com as taxas pagas na Itália naqueles anos, Google pagará outros 306 milhões de euros. Destes, 303 milhões de euros são atribuídos ao Google Italy e menos de três milhões são do Google Irlanda”, explicou em nota.   


O acordo com o grupo norte-americano segue a mesma linha daquele fechado entre a Apple e a agência italiana, em dezembro de 2015, que versou 318 milhões de euros para os cofres italianos.   


A Procuradoria de Milão, guiada por Francesco Greco (ex-procurador da Operação Mãos Limpas, que inspirou a Lava Jato), está levando adiante uma série de investigações sobre evasões fiscais de grandes empresas internacionais que atuam no país, entre elas Google, Apple, Amazon e Facebook.   


A acusação contra o Google – feita pela GdF e investigada pela Procuradoria – cobrava 227 milhões de euros em impostos entre os anos de 2009 e 2013 e causavam dúvidas sobre os pagamentos feitos nos anos anteriores. O caso teve como base uma série de documentos, contas, e-mails e transações bancárias da companhia na Itália.   


Segundo a acusação dos procuradores, a empresa norte-americana pegava dinheiro pago pelos italianos em produtos publicitários e transferia para a sua unidade na Irlanda, sem quitar as taxas referentes às transações com o Fisco italiano.   


O Google sempre se defendeu das acusações, dizendo que os impostos “são pagos sobre os lucros e não sobre a receita” que a empresa gera no país.

 

AddThis Social Bookmark Button
 
Translation by Google
Menu Principal
Principal
Colunistas - Expediente
Cantores Italianos
Catolicismo Romano
Curiosidades/Arquivo
Gramática Italiana
Geografia da Itália
Hino da Itália
Dicas Culturais
Festival di San Remo
Folclore Italiano
História da Itália
Entrevistas
Letras de Músicas
Notícias
Previdência Italiana
Receitas Italianas
Turismo na Itália
Blog do Botto
Barilla
Botto Giuseppe Lanificio
IL BIELLESE
Enquete
Qual assunto você gostaria que fosse abordado com mais profundidade pela Rádio Italiana?
 
Pesquisar
RSS Feed