Bomba explode em Roma e coloca Itália em alerta PDF Imprimir E-mail

Um artefato explodiu próximo de uma agência postal em Roma. A bomba, de fabricação artesanal, foi instalada em uma caixa plástica e colocada entre dois carros no estacionamento dos correios da capital italiana. Um dos veículos é de uso oficial dos serviços postais.


Testemunhas relatam ter ouvido duas explosões, a primeira mais potente que a segunda. A bomba explodiu na rua Marmorata e, segundo investigadores, foi ativada com um dispositivo de timer. A polícia italiana suspeita que o ataque tenha sido cometido por grupos anárquicos devido às características da bomba e ao alvo, a agência postal.


Justamente por ter sido alvo de vários atentados, o prédio dos correios italianos na Via Marmorata, um dos maiores do país e de grande importância histórica, com projeto arquitetônico assinado por Adalberto Libera, tem uma equipe fixa de esquadrão antibomba. A Promotoria de Roma abriu um inquérito para apurar o caso.


Imagens do estacionamento estão sendo usadas para esclarecer a explosão e o prédio foi completamente evacuado. Logo após o incidente, um falso alarme de bomba soou na sede da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), presidida pelo brasileiro José Graziano da Silva e localizada no Circo Massimo, a cerca de um quilômetro da via Marmorata.


O alerta foi acionado devido a dois pacotes deixados na entrada do edifício, mas a polícia constatou depois de que se tratavam de sacos de areia para obras no local.

AddThis Social Bookmark Button