Mulher morre ao defender amiga ameaçada pelo ex na Itália PDF Imprimir E-mail
A polícia de Castel Volturno, em Caserta, na Itália, confirmou a morte de Binta Sani, 44 anos, após ela ficar três dias internada em um hospital da cidade.   


Sani faleceu ao defender uma amiga do ataque de fúria do ex-namorado dela, identificado como Chukwudi Mgbemena, 39. O crime ocorreu quando a ex-namorada, Santi e mais um amigo saíam de um estabelecimento. Segundo os policiais, o nigeriano atacou o homem e Santi, mas não conseguiu agredir a mulher porque pessoas próximas ao crime chamaram a polícia.   


Ele foi preso em flagrante e responde, até o momento, por tentativa de homicídio – acusação que vai mudar após o assassinato de Santi. O estado de saúde do amigo que foi atacado por Mgbemena é mantido em sigilo pelas autoridades.

AddThis Social Bookmark Button