POLÍTICA: Mil voluntários do Partido Democrático fazem mutirão de limpeza em Roma PDF Imprimir E-mail
Vestindo camisetas amarelas, mais de mil voluntários convocados pelo Partido Democrático (PD) fizeram um mutirão para limpar 42 pontos de Roma, entre ruas, praças e estradas, em ação que gerou críticas do governo da prefeita Virginia Raggi, do “rival” Movimento Cinco Estrelas.   


A iniciativa foi convocada pelo secretário geral da sigla, Matteo Renzi, que participou da limpeza das ruas ao lado do presidente nacional do PD, Matteo Orfini, e da ministra de Administração Pública da Itália, Marianna Madia.   


“O PD foi às praças de Roma não para protestas, mas para limpar, dar uma mão, melhorar as condições de vida da capital. Queremos fazer isso sem polêmicas com a administração municipal”, disse Renzi em uma postagem no Facebook.   


Raggi, por sua vez, afirmou que a situação as limpezas de rua “está se normalizando” e acusou o PD de ser o responsável “pelos últimos 20 anos de mau governo em Roma”.   


“É meio tarde [para fazer isso], mas esperamos e damos as nossas melhores boas vindas. Espero que isso não seja usado como campanha eleitoral. Para isso, esperamos não apenas esse domingo, mas para todas aquelas que virão pelos próximos 20 anos”, afirmou a prefeita.    Durante a última semana, a “crise do lixo” em Roma foi alvo de ataques entre os partidos PD e M5S. De um lado, o PD acusando a atual administração – que tomou posse em julho do ano passado – de não dar a devida atenção para o problema e do outro o M5S acusando o partido do governo da Itália de não gerir a crise enquanto esteve à frente da Prefeitura.

AddThis Social Bookmark Button