Banco Central eleva projeção de crescimento do PIB da Itália PDF Imprimir E-mail
O Banco Central da Itália elevou a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país para 1,4% em 2017, uma alta de 0,5 ponto percentual em relação à previsão apresentada em janeiro.   


No primeiro trimestre deste ano, a economia italiana já registrou uma expansão de 0,4%, resultado que ficou acima das expectativas. Segundo o Banco Central, essa perspectiva se deve sobretudo ao crescimento da demanda interna, com um aumento do consumo e dos investimentos “a ritmos sustentáveis”.   


Para 2018 e 2019, a entidade projeta altas de 1,3% e 1,2%, respectivamente. Se esses números se confirmarem, a economia italiana voltará ao patamar registrado em 2010, antes do início da crise da dívida soberana no país. “Ainda assim, o PIB permaneceria cerca de 3% inferior ao nível de 2007”, alertou o Banco Central.   


O débito público da Itália é o segundo maior da zona do euro, atrás apenas da Grécia, e bateu um novo recorde em maio, chegando a 2,278 trilhões de euros, o que equivale a pouco mais de 130% de seu PIB.

AddThis Social Bookmark Button