Prefeita de Roma volta a proibir gladiadores no Coliseu PDF Imprimir E-mail
A prefeita de Roma, Virginia Raggi, assinou um decreto que veta atores fantasiados de gladiadores de atuarem no centro histórico da capital. A norma, válida até 31 de outubro, prevê penas de até 400 euros para quem violá-la. A medida foi justificada como forma de garantir que turistas e cidadãos locais caminhem pelos bens culturais com “decoro e segurança”.   


Raggi já tinha anunciado essa lei, mas, em abril, um tribunal adminsitrativo de Roma vetou a medida, acolhendo um recurso.   


Apesar disso, a prefeita insistiu e emitiu hoje um novo decreto, impedindo os atores de pedirem dinheiro a turistas em troca de fotos com os personagens gladiadores próximos a monumentos históricos, principalmente o Coliseu. Desde que tomou posse, em junho de 2016, Raggi já adotou uma série de medidas polêmicas no setor turístico.

Ela proibiu ambulantes em zonas históricas e banhos em fontes e monumentos da capital. A nova proposta da prefeita é a de banir ônibus turísticos do centro histórico, o que já preocupa agências de viagens e operadoras, que afirmam terem transportado cerca de 47 milhões de turistas no ano passado pela capital italiana.

“Essa decisão vai gerar um dano irreparável a todos, além do setor de turismo e da economia local. As empresas de transporte precisarão demitir mais de 4 mil funcionários, de imediato”, denunciou Alessio campoli, da companhia de transportes MMA Serviços.

AddThis Social Bookmark Button