"A casa balançava como uma árvore", diz morador de Ischia PDF Imprimir E-mail

Uma casa que balançava como se fosse uma árvore. Essa foi a impressão sentida por Benedetto Valentino, sócio-fundador do Prêmio Ischia Internacional de Jornalismo, durante o terremoto de magnitude 4.0 na escala Richter que sacudiu esse famoso balneário turístico do sul da Itália.

Valentino conta que estava em casa, sentado no sofá, quando sentiu um forte barulho. A residência fica em Casamicciola Terme, a cidade mais atingida pelo sismo, com pelo menos 10 imóveis destruídos.   


“A casa começou a chacoalhar como uma árvore. Descemos imediatamente para a rua, enquanto um blecaute complicava as coisas”, afirma ele em entrevista à ANSA.   


Casado e com dois filhos, um de 17 e outro de 10 anos, Valentino montou uma tenda no jardim de sua residência para passar a noite com a família e os amigos, um grupo de 15 pessoas.   


“A coisa mais importante agora é pensar em como enfrentar a emergência, como ajudar os mais vulneráveis, ou seja, as crianças”, disse.

AddThis Social Bookmark Button