Presidente italiano Sergio Mattarella visita ilha atingida por tremor e promete ajuda PDF Imprimir E-mail
O presidente da Itália, Sergio Mattarella, fez uma visita à ilha de Ischia, que no dia 21 de agosto foi atingida por um forte terremoto, e prometeu que o governo não deixará os moradores “abandonados” no local.   


“Fiquem tranquilos e tenham confiança nas instituições. Não vos abandonaremos”, afirmou. Ao falar a frase, uma mulher em meio ao público gritou que não acreditava mais no governo e Mattarella, calmamente, falou para ela “você precisa acreditar, você precisa acreditar”.   


Na Piazza Maio, no coração da “zona vermelha” do desastre em Casamicciola, Mattarella foi acolhido por um longo aplauso dos moradores e das autoridades presentes no evento. Ele se reuniu com o bispo da região, Pietro Lagnesa, e com Antonio Cutaneo, esposo de Lina Balestieri, que morreu na tragédia.   


O viúvo de Balestieri falou após o discurso do presidente e ressaltou que ele lhe “deu conforto”. “Tentem se recuperar o mais rápido possível, que eu estarei do seu lado”, relatou Cutaneo.   


Além de se encontrar com algumas vítimas, Mattarella também conversou com Alessandro Toscano, pai das três crianças que ficaram soterradas por horas sob os escombros de sua casa naquele dia, e que foram resgatadas com vida.   


Já o prefeito de Casamicciola, Giovan Battista Castagna, afirmou que o mandatário “garantiu uma ajuda constante à população”.   


“Nos disse que nos espera em Roma, nós como prefeitos fomos convidados. E ele quer ser informado sobre todas as problemáticas que possam ocorrer”, ressaltou Castagna.   


O sismo de 4 graus na escala Richter destruiu dezenas de casas e provocou a morte de duas pessoas. Outras 2,6 mil ficaram desabrigadas e 42 foram feridas pela queda das residências e prédios.

AddThis Social Bookmark Button