Bíblia da gastronomia italiana é lançada no Brasil PDF Imprimir E-mail

Bíblia da gastronomia italiana é lançada no BrasilSucesso há mais de cem anos na Itália, onde tornou-se a bíblia da gastronomia, chega ao Brasil "A Ciência na cozinha e a arte de comer bem", de Pellegrino Artusi, lançado originalmente em 1891. Simples e didático, Artusi oferece 790 receitas de todas as regiões italianas e com os mais variados sabores, o que virou inspiração e referência para chefs e cozinheiros.

Antepastos, carnes, sopas, drinks, sobremeses e, claro, as massas, pelo que a cozinha da Itália ficou mais conhecida. Na Itália, a obra tem valor histórico, pois foi lançada no período de unificação do país, já adotando o dialeto toscano como 'língua oficial', o que viria a ocorrer de fato - antes, cada região praticada seu dialeto, não havia uma língua oficial para todos.


Pellegrino Artusi nasceu em 4 de agosto de 1820 em Forlimpopoli, uma pequena cidade no interior da região da Emilia-Romagna.. Filho de Teresa Giunchi e Agostino Artusi, concluiu os estudos no Seminário de Bertinoro, cidade vizinha, e começou então a cuidar dos negócios do pai, que era proprietário de uma drogaria.

Artusi frequentou a Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Bologna e, em 1852, mudou-se com a família para Firenze, onde, aos 32 anos, iniciou uma próspera atividade comercial.

Em 1870, passou a se dedicar em tempo integral à literatura. Inicialmente, publicou a biografia "Vita di Ugo Foscolo" e depois "Osservazioni in appendice a 30 lettere del Giusti", ambos publicados com recursos próprios e sem grande sucesso. Porém, a obra que o consagrou foi o tratado de gastronomia "La scienza in cucina e l'arte di mangiar bene" ("A ciência na cozinha e a arte de comer bem"), Artusi continuou a viver na Toscana, onde morreu em 1911, aos 91 anos.

AddThis Social Bookmark Button