Contrariando PD, primeiro-ministro italiano Paolo Gentiloni nomeia Visco para Banco Central

O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, indicou Ignazio Visco para assumir um novo mandato no Bankitalia, o Banco Central do país.

O conselho superior da entidade, porém, ainda avaliará e dará um parecer.

A escolha de Gentiloni por Visco causou um racha dentro do governista Partido Democrático (PD). O ex-premier Matteo Renzi já se posicionou de maneira contrária. “Eu não teria indicado Visco”, comentou. O nome de Visco está no centro de uma polêmica depois que os deputados do PD conseguiram aprovar uma moção na Câmara pedindo, de maneira indireta, que o mandato dele não fosse renovado no Bankitalia.

No texto, os parlamentares cobram a indicação de uma figura “idônea” para guiar a instituição, a qual acusam de ter falhado na vigilância do sistema bancário nos últimos anos, quando diversas entidades financeiras do país quebraram ou enfrentaram crise de liquidez. Mas a oposição viu o gesto como uma tentativa de influência do PD, afetando a autonomia do Bankitalia. O mandato de Visco termina no fim do mês.

AddThis Social Bookmark Button