Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
San Marino PDF Imprimir E-mail

ImageExistem vários motivos para visitar San Marino, alguns deles você encontrará a seguir.


A República de San Marino é um dos menores países do mundo, a mais antiga república da Europa, e em proporção aos seus habitantes é a que recebe o maior número de turistas.


Milhões de turistas a visitam a cada ano por indicação de amigos entusiasmados; porque tem uma infinidade de lojas com todo o tipo de mercadoria, com um bom preço; porque suas estreitas ruas e suas torres no alto são muito características; porque paisagem vista desta balcão natural da Itália é muito bonita; porque a passagem pela fronteira, indicada apenas para fins turísticos, realiza o sonho da visita de um novo país; porque mantém seus prédios antigos e monumentos, sempre bem conservados.


Para quem está na Itália, a visita a San Marino é facilitada por não haver troca de língua ou moeda. Pode-se ir ao exterior sem sair de casa! O povo de San Marino mantém vivo o desejo de hospedar e acolher bem todos que a visitam.

Estes são alguns dos motivos visíveis, aqueles que todos vêem, dos quais todos falam, e os que estão em todas as revistas. Porém existem outros motivos, que devem ser descobertos, sentidos e percebidos nos pequenos detalhes.


A lenda nos conta que foi fundada por Marino, jovem cristão dálmata, que fugindo das perseguições de Diocleziano, refugiou-se no Monte Titano, aonde fundou um Mosteiro. A República de San Marino foi fundada em 301d.C. Desde então, exceto alguns breves períodos de ocupação, foi sempre uma república independente e reconhecida internacionalmente. São 1700 anos de história!


San Marino tem um território pequeno, escarpado, e pobre. Seus habitantes sempre foram poucos e sem riquezas. È organizado com leis e instituições políticas próprias, que garantem sua vida democrática, e a representam internacionalmente.


Neste mundo de grandes mudanças e de incertezas, nada mais significativo que um país tão pequeno consiga sobreviver, em ordem, livre e contra a prepotência dos fortes. Este sentimento se reflete em sua história, seus monumentos e em seu povo.


Do alto de suas torres ou da grande praça que areja o Palazzo Pubblico, fascinados pelas pequenas elevações de Montefeltro e pelo verde do Mar Adriático, percebe-se os 1700 anos de história de uma comunidade que se sente forte dentro dos limites de sua pequena fronteira e sua pouca população.


Sente-se forte numa mensagem indicada para aqueles que necessitam de certezas e confiança em momentos difíceis: a força não è necessariamente supremacia; a guerra não è nunca inevitável; a paz è sempre possível; a convivência entre poucos ou muitos cidadãos se baseia em boas leis e no respeito habitual a elas.


Dos muros de San Marino, dos Palazzi dell'ufficialità, do passo cadenciado nas paradas militares, das antigas cerimônias que se renovam com o mesmo ritual e seriedade, dos Balestrieri e dos Sbandieratori que usam seus instrumentos como antigamente, esta mensagem pode ser ouvida. Basta saber escutá-la!

AddThis Social Bookmark Button
 
Translation by Google
Menu Principal
Principal
Colunistas - Expediente
Cantores Italianos
Catolicismo Romano
Curiosidades/Arquivo
Gramática Italiana
Geografia da Itália
Hino da Itália
Dicas Culturais
Festival di San Remo
Folclore Italiano
História da Itália
Entrevistas
Letras de Músicas
Notícias
Previdência Italiana
Receitas Italianas
Turismo na Itália
Blog do Botto
Botto Giuseppe Lanificio
Barilla
IL BIELLESE
Enquete
Qual assunto você gostaria que fosse abordado com mais profundidade pela Rádio Italiana?
 
Pesquisar
RSS Feed