Irmão confessa assassinato e mutilação de mulher em Roma PDF Imprimir E-mail
O irmão da mulher encontrada mutilada em uma lixeira de Roma confessou ter cometido o crime, informam fontes da polícia da capital italiana.   


Após horas prestando depoimento, o homem disse que morava com a irmã e que brigavam frequentemente por questões financeiras.   


Segundo as fontes da Polícia, o suspeito se chama Maurizio Diotallevi e sua irmã, Nicoletta. Os dois brigavam porque apenas ela trabalhava para manter o apartamento onde ambos viviam em Roma e Nicoletta considerava que ele pedia muito dinheiro a ela.   


O apartamento onde eles moravam, na rua Guido Reni, fica muito próximo à lixeira onde uma moradora de rua encontrou duas pernas humanas. O resto do corpo foi encontrado desmembrado em diversos sacos de lixo distribuídos também próximos à casa deles.   


O comportamento de Maurizio foi todo monitorado por câmeras de segurança, já que a área conta com diversos museus e galerias de arte que mantém um monitoramento externo.

AddThis Social Bookmark Button