TIM recorre ao presidente da Itália contra ação do governo PDF Imprimir E-mail
A operadora de telefonia TIM decidiu recorrer ao presidente da República da Itália, Sergio Mattarella, contra o exercício por parte do governo do chamado “golden power”, recurso que dá a Roma poderes para “proteger” uma empresa estratégica para o interesse nacional.   


A decisão foi tomada durante uma breve reunião do conselho de administração da companhia. A ação tem como objetivo resguardar a TIM contra uma potencial multa, e não fazer uma contestação das medidas de “segurança” previstas no decreto do “golden power”.   


Por meio desse instrumento, o governo da Itália pode até vetar operações relativas a determinados ativos da empresa. Ele foi acionado após o grupo francês Vivendi aumentar sua fatia na companhia italiana para 23,94%, tornando-se seu principal acionista e assumindo de facto seu controle.

AddThis Social Bookmark Button